Em cadeia nacional, Mandetta deixou de ser Ministro e defendeu os planos de saúde

Por Cláudio Magnavita*

Já se sentido todo poderoso e embriagado com o própria sucesso midiático o ainda Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta promoveu em cadeia nacional de televisão um dos mais sórdidos ataque a uma empresa privada de saúde, sem que houvesse um único repórter capaz de questioná-lo.

Na entrevista, que acabou virando monólogo incansável é irônico, com perguntas previamente filtradas, Mandetta passou utilizar este espaço para seus recados pessoais. É só decifrar as entrelinhas.

Como defensor de planos privados, tendo ele próprio sido dirigente da Unimed e depois como deputado federal representante dos grandes planos, ele atirou contra a PreventSenior.

Especializada em um segmento desassistido e até odiado pelas grandes bandeiras, o da terceira idade, a empresa cresceu e começou a incomodar os correntes. Comprando hospitais e recrutando qualificados médicos a PreventSenior tem sido o alvo de forma inexplicável de alguns setores abduzidos pelos concorrentes .

Este foi o Ministro chegou ao disparate de fazer comentários sobre o modelo de negócios da PreventSenior. Falou sobre um modelo que paga mal aos médicos, que não havia divido os riscos de uma carteira só de idosos , falou em contaminação e pediu providências.

Em qualquer país de primeiro mundo o Mandetta seria alvo de um processo milionário. Os óbitos ocorridos nos hospitais da PreventSenior são decorrentes da concentração de pacientes exclusivos da terceira idade, grupo de risco da Covid-19.

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo não encontrou nenhuma irregularidade nas inspeção que fez. Já a municipal entrou no jogo insano de detonar o novo concorrente dos grandes planos .

A rede foi a primeira a fazer os testes da cloroquina, com excelentes resultados , inclusive na mãe do presidente da rede.

Este foi um caso bem claro do momento que Mandetta deixou de ser Ministro e passou a atuar como lobista dos grandes planos privados, como fez nos seus anos de Congresso Nacional.

*Claudio Magnavita é diretor de Redação do Correio da Manhã.

Brasil

Mais Artigos

Rio de Janeiro

Mais Artigos

Economia

Mais Artigos

Internacional

Mais Artigos

Cultura

Mais Artigos

Saúde

Mais Artigos

Política

Mais Artigos

Magnavita

Mais Artigos

Corre a boca pequena que a foto da casa na Flórida publicada no Blog do Garotinho, e que pertenceria a um garoto muito educado, foi enviada de um prestigiado gabinete no Palácio Guanabara.

Opinião

Mais Artigos

O Clube Militar repudia enfaticamente o despacho exarado ontem pelo Ministro Celso de Mello, do STF, no inquérito que apura denúncias do Ex-Ministro da Justiça e Segurança Pública contra o...

Foi uma tentativa infeliz de demonstração de poder, totalmente injustificável e inaceitável, a produção por parte do ministro Celso de Mello de um documento jurídico amaçando de serem conduzidos...

Mais Notícias

Mais Artigos