Pin It

O comandante do Corpo de Bombeiros, Roberto Robadey, determinou na ultima quarta-feira o fim de uma prática que se arrastava há mais de 20 anos no Sambódromo: a venda dos degraus das escadas das arquibancandas populares como assento.

- A medida vai reduzir em 30%
os lugares oferecidos e já comercializados. A solução foi apresentada pelos próprios bombeiros: a construção de uma escada externa no fundo da arquibancada.

- Apesar de ser impopular, por ocorrer próximo ao carnaval, é uma medida acertada e segue as normas de segurança internacionais.

- No Estado, quem ficou furioso foi o subsecretário de eventos Juan Lira, que se coloca como o guardião do carnaval no governo estadual, por não ter sido comunicado antes.