Coluna Magnavita: Mistério

No último balanço, a Refit/Manguinhos antecipou mais R$ 1 bilhão a um fornecedor. Tudo com proteção da recuperação judicial congelada pela justiça.