Coluna Magnavita: Com chicote na mão

Para quem pensa que o General Braga Netto vai ficar longe do Governo a partir de abril pode tirar o cavalo da chuva. Como candidato a vice-presidente, ele estará 100% mergulhado na campanha e isso envolve monitorar os desempenhos de ministro e o papel de bombeiro das crises que poderão surgir.

A campanha é de reeleição e o Governo Bolsonaro estará sendo julgado nas urnas. Como integralmente da chapa, ele terá máxima autoridade para manter a casa em ordem.

Tomando conta da campanha

A chegada do Ministro Braga Netto na campanha tem tirado o sono de Valdemar da Costa Neto e de Ciro Nogueira. O Centrão terá no seu calcanhar – ou melhor, no cangote – uma das maiores reservas morais do país para evitar “mal feitos”, em nome da campanha.

Dedicando-se 100% a pré-campanha até as realizações partidárias, Braga Netto será um dos guardiões dos valores bolsonaristas, que o elegeram o Presidente em 2018.