Coluna Magnavita: Tsunami

Se o Rio deixar a recuperação fiscal, a maratona do impeachment vira coisa do passado. Não sobrará nada para ser governado.