Coluna Magnavita: O fracasso do PSC

O fracasso do projeto político do PSC nos dois governos que conquistou, Amazonas e Rio de Janeiro, merece uma reflexão. Por coincidência, os dois governadores são Wilson e possuem o mesmo dirigente maior, o pastor da Assembleia de Deus Everaldo Pereira.

Neste fim de semana completa-se uma semana da prisão do ex-secretário de saúde do governo do PSC do Rio. Por igual período ficou presa na Polícia Federal a secretaria de saúde do PSC do Amazonas, Simone Araújo de Oliveira Papaiz, uma bonita balzaquiana encarcerada pela Polícia Federal. Foi coincidência?

Tanto no Amazonas como no Rio começam as investigações de restos a pagar. O passivo encontrado nos dois estados virou ativo para escritórios de advocacia, com grande influência nas duas gestões. Na mira, pagamentos realizados fora da ordem cronológica, abrindo mão apenas de juros e correção monetária, com valores liquidados à vista e com ordens expressas dos seus secretários da fazenda.

O elo comum destes dois governos é a legenda partidária e os seus dirigentes, além de um pequeno universo de fornecedores e advogados.