Coluna Magnavita: Paes e seu candidato a vice, Nilton Caldeira, são fotografados na visita a operador do governo Witzel

Presidente da Câmara, Jorge Felippe (DEM) participou de duas reuniões que terminaram só na madrugada

Por Cláudio Magnavita*

Um novo problema para a chapa do candidato a Prefeito do DEM, Eduardo Paes. De acordo com a Polícia Federal, além dos quatro secretários e um ex-assessor do governador afastado Wilson Witzel, fizeram visitas ao ex-pró-reitor da Universidade de Iguaçu, José Carlos Melo, apontado como responsável por pagamentos de propinas e preso na operação Tris in Idem.

Eduardo Paes

Paes permaneceu das 17:01 até às 19:10 e também há o registro da ida do seu candidato a vice, Nilton Caldeira, presidente do PL, três dias antes , 27 de março. Caldeira chegou às 13:04 e saiu às 14:26 permanecendo 1h23 minutos. Quem esteve na residência no mesmo dia e horário foi o presidente da Câmara Municipal, o vereador Jorge Felippe, permanecendo o mesmo tempo.

O vereador tem no registro da Polícia Federal duas visitas registradas. No dia 14 de Abril, chegou às 20:07 e só saiu já na madrugada do dia 15 de abril, às 1:26.
Dois dias depois, 16 de abril, Jorge Felippe chegou às 20:47 e também só saiu na madrugada do dia 17, às 3h08.

O presidente da Câmara é filiado ao DEM, mesmo partido de Paes, e a ida em companhia do candidato a vice, no dia 27 de março, coloca uma nuvem sobre a formação da chapa com a influência do anfitrião dos encontros.

A figura de José Carlos Melo surge com força nos bastidores da polícia do Rio, surpreendendo pela sua capilaridade e poder de atuação.

Eduardo Paes

O surgimento das fotos envolvendo a visita do Ex-Prefeito Eduardo Paes , do seu candidato a Vice , Nilton Caldeira e do presidente da Câmara Jorge Felippe, coloca o DEM e o PL no mesmo caldeirão em que se encontrava originalmente somente o núcleo ligado ao ex-governador Wilson Witzel e o PSL.

A informação de bastidor é que as negociações do acordo de delação de Jose Carlos Melo já foram iniciadas.

O candidato Eduardo Paes enviou a seguinte declaração ao Correio da Manhã:

“Estive com esse cidadão uma vez na vida a convite de um amigo em comum para conhecer o reitor da UNIG. Nunca tinha sequer ouvido falar nele.
Reitor em geral são pessoas respeitadas. Não podia imaginar de quem se tratava.”

 

*Cláudio Magnavita é diretor de redação do Correio da Manhã