Coluna Magnavita: Freio de arrumação

A pausa de uma semana do governador em exercício Claudio Castro para se recuperar da Covid acabou tendo efeitos colaterais no Governo.

Serviu para aliviar a pressão política sobre as nomeações, principalmente as oriundas de deputados estaduais, e permitiu uma sobrevida para alguns na fila da guilhotina.

Na recuperação, o governador amadureceu as demissões que terá de fazer para completar a faxina. Ele volta a trabalhar hoje, quarta-feira, 21 de outubro, e a caneta começa a funcionar ainda esta semana, com todo vigor.