Coluna Magnavita: Os Picciani não perdoam

O deputado Max Lemos está sentindo na pele o efeito do troco implacável de alguns membros da família Picciani e do MDB. Seu mandato está por um fiapo. Sua aventura em Nova Iguaçu, ao deixar o seu partido de origem, levou a uma implacável e original perseguição. O TSE manteve a decisão do TRE. O pior é o precedente que fica aberto para todo o país.