Coluna Magnavita: Conheça o novo supersecretário de Castro

Com um currículo supertécnico, o Rio ganhou o seu novo “caixeiro viajante”, Leonardo Soares, nomeado nesta terça, 29, o novo secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio. Foi diretor de Inovação na Fomenta Rio até setembro de 2020, ao mesmo tempo em que acumulou a chefia da Assessoria Especial de Inovação da PCRJ; membro convidado do El Día Despues, grupo constituído por convidados de um pool de universidades espanholas a fim de delimitar critérios para orientação de fundos de investimentos de impacto em ações e projetos de inovação em diversos lugares do mundo; curador convidado pela organização da UIA 2020 para a implantação do espaço denominado Inova City dentro do Congresso Mundial de Arquitetura; presidente do Conselho Municipal de Políticas Públicas para Inovação da Prefeitura do Rio de Janeiro - CGPPI, oportunidade em que propôs, coordenou e implantou o Programa Desafio COR, Smart City, Smart People, o LABGOV (Laboratório de Inovação para incubar até 144 startups por ano no Centro de Operações Rio, onde ficou estabelecido por dois anos); professor na Cadeira de Políticas Públicas para Inovação na Fundação João Goulart.

Entre os anos de 2017 e 2020, apoiou e participou de 19 eventos de Inovação e C&T no Rio de Janeiro e Belo Horizonte e palestrou em 39 eventos, dentre os quais se destacam o RioInfo, Hack in Rio, Hacktudo, Sai do Papel, Assesspro, Cidades Inteligentes da FIENG, Game XP, IBM Talks, Welcome Tomorow etc.

Foi subsecretário de Desenvolvimento Econômico no Município do Rio de Janeiro em 2017, coordenando os programas de Economia Solidária, Junta Local, Feiras Orgânicas, Polos do Rio, oportunidade em que coordenou o GT que criou e propôs a estrutura legal e executiva do Programa Zona Franca Social.