Coluna Magnavita: Mais uma de Waldeck

Além de ter puxado a corda e pedido para Witzel deixar o Palácio, direito que Dilma Roussef, do mesmo partido do relator Waldeck Carneiro, do PT, teve, o deputado tem pisado na bola por vaidade. Sua assessoria de imprensa tem disparado quase diariamente press releases para jornalistas, louvando a atuação do deputado/magistrado. Nos próximos impeachments, os parlamentares tornados magistrados deveriam receber um manual de comportamento ético. Tentar faturar a imagem pessoal sobre uma dolorosa página da história política do país é deplorável.