SubSecretário da Seap esclarece nota da coluna Magnavita

Fome zero
O subsecretário da Seap, Raphael Montenegro,
diz que a sua ida ao Mocelin na Barra na sexta- -feira à tarde foi para matar... a fome. Ele estava voltando de Bangu. Aliás, na última vez que esteve lá, conversou com Everaldo Pereira.

Veja a íntegra da nota do SubSecretário da Seap enviada por e-mail ao Correio da Manhã:

“Caro Jornalista Claudio Magnavita,

Como leitor e admirador do seu trabalho, acreditando (em um imaginário fértil) ter sido objeto da nota "Comemoração ?", da edição de fim de semana, publicada na data de hoje, venho te esclarecer que o almoço tardio na Churrascaria Mocelin não tinha nenhuma conotação comemorativa.

Passado o fato de não me caber o julgamento do quadro de Subsecretários nomeados pelo Cel. Marco Aurélio Santos, a quem devoto respeito apesar das nossas públicas divergências, em verdade, a troca na Subsecretaria de Finanças se deu pela exoneração de uma TEN. CEL. por um CEL. (full), ou seja, manteve-se intacto o "modelo" de Estado Maior que vem sendo implantado na SEAP.

Trata-se de uma estratégia de gestão do Secretário a qual só me resta respeitar e torcer para que dê certo !

Mais do que isso, apenas se esclareceu / solucionou uma confusão acerca da titularidade da pasta que vinha, simultaneamente, sendo despachada pelos dois, como mostram as imagens anexas.

Em tempo, também gostaria de registrar que não estou "em campanha" a nenhum cargo; muito pelo contrário, deixei o Governador Claudio Castro muito à vontade para me aproveitar onde achar que posso ser útil e, até, se achar por bem, me exonerar; minha relação de amizade e admiração por ele transcende essas filigranas políticas.

Por fim, permita-me justificar o local e horário do almoço: passei a manhã e boa parte da tarde no Complexo Penitenciário de Gericinó vistoriando áreas que têm sido alvo de reiterados pedidos de manutenção, saindo de lá após as 15h, horário em que uma refeição de almoço nem sempre é fácil de ser encontrada.

Sempre que quiser, estarei à disposição para cooperar com o que vc julgar estar ao meu alcance.

Abs.,

Raphael Montenegro “