Coluna Magnavita: Pinga-Fogo: Flamengo, Jair Bolsonaro, Pedro Guimarães, Henrique Figueira, Bruno Dubeux, Ricardo Bruno, Salim Mattar, Lindora Araújo

O Rio precisava desta conquista do Bi campeonato do Flamengo... Nesta sexta todos os fluminenses são: Mengoooooooooooo!

O mercado imobiliário comemora o anúncio do presidente da Caixa, Pedro Guimarães, realizado durante a live do presidente Bolsonaro, da redução dos juros para 4,75%, com uma parte fixa e uma variável atrelada ao rendimento da poupança. A previsão é incentivar os negócios imobiliários.

A decisão do presidente do TJ, Henrique Figueira, de considerar ilegal e ordenar a volta dos serviços do Detran foi mais uma vitória do procurador-geral do Estado Bruno Dubeux.

O site Migalhas bombou na audiência carioca na quarta, 25, com a nota sobre os bastidores da delação premiada de um advogado e o TRF-2. O jornalista Ricardo Bruno foi cirúrgico e resgatou toda a história, incluindo uma fala do ministro Gilmar Mendes, ao Tales Farias, que passou despercebida. É bomba atômica pura...

Efeito da passagem de Salim Mattar pelo governo e suas incontinências verbais contra o presidente. Seu filho Eugênio Mattar passará a atuar exclusivamente como presidente executivo do Conselho de Administração da Localiza. O cargo de diretor-presidente (CEO) fica com Bruno Lasansky, há sete anos na Localiza.

A subprocuradora Geral da República, Lindora Araújo, protocolou embargos de declaração contra a decisão do ministro Benedito Gonçalves, que desdobrou o processo que deixou WW como único réu no STJ e mandou os outros para a primeira instância.

O caso dos fura-filas da Vacina tem o dia D, na segunda, 1º de março. É o prazo da Rio Pax para responder às intimações da Polícia Civil e do MP. Se a investigação for ampliada, outras empresas surgirão na lista de furões.