Coluna Magnavita: Paes calça a “sandália da humildade” e recebe empresários

Reunião de trabalho com Paes reacende a esperança sobre os pleitos do setor produtivo. Comitê Econômico foi criado


Por: Cláudio Magnavita


Com um tom humilde e pedindo desculpas por ter tomado as últimas medidas radicais sem consultar o setor produtivo, o Prefeito Eduardo Paes se reuniu durante uma hora e meia com as lideranças empresariais do Rio. O encontro sofreu um atraso de meia hora, já que o Prefeito participava de uma outra reunião do consórcio de municípios com os russos da Vacina Sputnik V. Ele está comprando 8 milhões de doses da vacina mais usada na Argentina para o Rio.

Após a abertura, o prefeito frisou que aquela era uma reunião de trabalho e que estava ali para escutar cada setor. O primeiro a falar foi o presidente da Fecomércio, Antonio Queiroz, que fez uma raio-X do impacto das medidas no setor e lembrou do dever de casa que as empresas fizeram no último ano.

Na sequência, cada titular setorial falou dos seus problemas específicos. Todos elogiaram o empenho do Secretário de Desenvolvimento Econômico, Chicão Bulhões, de se colocar como interlocutor do setor produtivo. Ao representante dos Bancos, da Febraban, o prefeito solicitou o aumento do expediente bancário como forma de evitar aglomerações nas agências. Também concordou em analisar o impacto do fechamento das atrações turísticas para os turistas que visitam a cidade.

Quase no final da reunião, foi proposta a criação de um comitê empresarial/econômico formado pelas entidades presentes para manter uma interlocução permanente com a prefeitura. "O comitê são vocês e [olhando para Chicão] você será o coordenador do comitê. Não estou passando por cima do Pedro Paulo. Ele tá sendo criado agora com vocês”, afirmou Paes.

Na prática, nada ficou resolvido, mas Eduardo Paes anotou e muito cada pleito, inclusive para voltar a liberar os eventos privados de casamento - para 50 ou 100 pessoas do mesmo grupo familiar - e a questão dos restaurantes, que está crítica. "Eu adoro o setor de bares e restaurantes, sou frequentador e estou sensível ao problema do setor", comentou Paes em um dos raros acenos na reunião.

Nesta quinta, 1º de abril, o Prefeito vai se reunir com o comitê científico para avaliar os números e os efeitos das medidas

Coluna Magnavita
Todos os cuidados sanitários foram adotados na reunião: máscara e álcool gel para todos

Nada foi prometido, nada foi decidido e todos terão de aguardar a reunião com os especialistas. O prefeito Paes estabelece uma linha de diálogo, até então só existente com o Governo do Estado, por meio das três reuniões realizadas pelo Governador Cláudio Castro. O setor ganha um interlocutor junto ao poder municipal, o secretário de Desenvolvimento Econômico, e agora torce para que os pleitos realizados gerem resultados. Agora é acender velas e rezar para que os empregos e a atividade econômica sejam considerados.

No final, assessores do Prefeito pediram que os temas da reunião não fossem passados para a imprensa, já que aquilo era uma reunião de trabalho, e não política. "Nem a Globo deixamos entrar para fazer imagens. Vamos evitar fotos e falar com a imprensa”, pediram os assessores.

*Claudio Magnavita é diretor de redação do Correio da Manhã