Coluna Magnavita: Em casa

A saída do ex-pró-reitor José Carlos Melo para o regime domiciliar foi uma vitória dos advogados Helber Campos e Ary Bergher.    

Na própria terça, 11, o ministro Benedito Gonçalves atendeu ao pedido do ministro Edson Fachin, que ordenou a liberação, e determinou as medidas cautelares. O processo desce também para a 7ª Vara Federal. Era um paradoxo: condenado, José Carlos dificilmente ficaria em regime fechado.