Coluna Magnavita: O retorno político de Marcelo Crivella

Coluna Magnavita: O retorno político de Marcelo Crivella

Crivella topa ser deputado

Por Cláudio Magnavita*

O retorno do ex-prefeito Marcelo Crivella à política já é uma realidade. Para o seu núcleo político não há mais dúvida que ele foi vítima de enorme tentativa de abortar a sua ida para o Ministério de Bolsonaro e se posicionar como um possível candidato ao Governo em 2022. Crivella deverá ter encontro com as urnas em 2022 como o grande puxador de votos do Republicanos. Deve se candidatar a deputado federal e ajudar a eleger outros parlamentares da legenda.

O sentimento de mártir, injustamente preso e podado de uma passagem de comando da Prefeitura, ganha corpo na medida que sua algoz está no alvo da PGR e do próprio CNJ. A decisão do ministro Gilmar Mendes de levar o seu caso para a Justiça Eleitoral só reforça a injustiça que sofreu. Nesta equação uma tragédia pessoal: perdeu a mãe enquanto estava em prisão domiciliar, proibido de visitá-la e até de conversar por telefone.

Com o pedágio de volta, o governo Paes patinando e as acusações da Globo caindo por terra, ele será um nome influente em 2022.

*Cláudio Magnavita é diretor de redação do Correio da Manhã

Coluna Magnavita

Coluna Magnavita

Coluna Magnavita

Na Catedral da Universal, o ex-prefeito Crivella tem tratamento de pop star. São inúmeros os pedidos de fotos e demonstrações de carinho.