Coluna Magnavita: PSD do Rio defende candidatura própria para 2022. Até Leal e Wladimir apoiam

PSD quer candidatura própria em 2022

Foi surpreendente a primeira reunião de Eduardo Paes como presidente do PSD - finalmente com um partido para chamar de seu. O encontro, na sede do partido, teve como anfitrião o vice-rei municipal, Ronnie Aguiar. Presentes algumas cabeças coroadas da legenda: Hugo Leal, Chicão Bulhões, Jorge Felippe, Wladimir Garotinho, Felipe Peixoto, Cavaliere, Luiz Carlos Ramos, Alexandre Cardoso e Bruno Ramos. Reafirmou-se que haverá candidatura própria em 2022.

Durante a fala de Paes, Hugo Leal balançava a cabeça concordando até na parte da candidatura própria. Paes afirmou que Kassab enxerga bem mais adiante do que todos ali, presos em uma bolha. Para Alexandre Cardoso, Cláudio Castro foi um acidente, mas a questão eleitoral deveria ser discutida mais tarde.

Surpreendente também a postura de Wladimir Garotinho. Foi favorável à candidatura própria e reafirmou que fica no PSD: “O PSL não tem a minha cara. Pode ser estranho um Garotinho com Paes, mas eu sou de Paz”, disse, arrancando risadas.