Pin It

Por Cesar Ferreira

Em apenas dez dias, um total de 185 mil pessoas ouviram a versão que a Black Circle fez para “Dance of the clairvoyants”, o novo single do Pearl Jam, lançado no mundo digital em 21 de janeiro. A banda carioca soltou a sua versão na internet menos de 24 horas depois da original, gravada para o novo álbum do quinteto de Seattle, “Gigatown”, e deu o que falar no Facebook (113 mil visualizações), no YouTube (65 mil) e no IGTV (sete mil).

O guitarrista Mike McCready compartilhou o vídeo em sua conta de Twitter com o seguinte texto: “Wow, impressive!” (“Uau! Estou impressionado”). Nos comentários da postagem, diversos fãs brasileiros agradeceram ao guitarrista os elogios à Black Circle.

Em seguida, a versão foi repostada nos canais oficiais do Pearl Jam.

- Quer incentivo maior do que esse? - comemora Luiz Caetano, guitarrista da banda, fundada em 2017.

A Black Circle vem recebendo mensagens muito animadoras da França, Indonésia, Argentina, Bélgica, Filipinas, Chile, Canadá, Estados Unidos, Itália e Austrália, além de todos os cantos do Brasil.

- É mais uma versão mesmo do que um cover. A gente procura manter a fidelidade com o original, adaptando os instrumentos. A música original, por exemplo, traz um sintetizador cujas notas eu traduzi para tocar na guitarra - explica o músico.

“A releitura da música deixa um pouco de lado a vibe oitentista de ‘Gigaton’ e carrega nos instrumentos do rock”, descreve reportagem publicada no site Rolling Stone Brasil.

A gravação da Black Circle para “Dance of the clairvoyants” inova na bateria que aparece na introdução. A batida eletrônica da versão é substituída por uma bateria pesada e que chamou a atenção de Mike McCready.

Para além de tocar o repertório do Pearl Jam, a Black Circle está em estúdio registrando as próprias composições - três delas já foram lançadas nas plataformas digitais: “Divide”, “Disarray” e “Penguins or butterflies”. Os músicos cariocas estão fazendo uma campanha para levantar recursos a fim de realizar uma tour pelos Estados Unidos ainda este ano.