Pin It

Por Cesar Ferreira

Nos dias que antecedem o carnaval, a mais conhecida de banda de blues bota o seu bloco na rua. O Blues Etílicos apresenta- -se sábado (15) no Teatro Rival Refit, numa noite totalmente dedicada ao gênero que serviu de base para o rock, influenciou o jazz e toda a vertente da música negra americana. 

Ao longo de 30 anos de carreira, o Blues Etílicos produziu uma extensa obra autoral, indo na contramão das bandas que só buscavam clonar os clássicos do blues. Foi, portanto, uma das primeiras a gravar em português, conseguindo inclusive introduzir elementos tipicamente brasileiros em suas composições com o uso do berimbau como no emblemático álbum “Dente de ouro” (1996).

Tornou-se ainda atração constante nos principais festivais de blues do país, dividindo o palco com os maiores nomes do gênero, como B.B. King, Robert Cray e Buddy Guy.

A banda tem em sua formação alguns dos melhores bluesmen do Brasil. A gaita de Flávio Guimarães é referência no gênero tanto que o músico divide seu tempo entre shows e as aulas que ministra do instrumento. Otávio Rocha é mestre na técnica da slide guitar. Completam a time a entrosada cozinha formada por Cláudio Bedran (baixo) e Beto Werther (bateria). E nos vocais, o americano Greg Wilson que, também é um exímio cantor em nossa língua.

E para tornar a noite ainda mais “bluseira”, a banda convidou Marco Lacerda (voz e guitarra) e Marcus Kenyatta (guitarra), dois nomes que despontam na cena jovem do blues brasileiro.

Serviço

TEATRO RIVAL REFIT (Rua Álvaro Alvim, 33 - Cinelândia) 15/2, às 19h30. Ingressos: R$ 90, R$ 40 e R$ 60 (100 primeiros pagantes)