Edição 23.533

Edição 23.533

 Abra o link para ler o pdf completo  

CARTA DO EDITOR

O Correio da Manhã destaca a decisão do governo de prorrogar o auxílio emergencial para os mais carentes, em razão da pandemia de coronavírus.
A coluna de Cláudio Magnavita, com destaques para os bastidores da política do Rio, revela que Bruno Covas desiste de disputar eleição em São Paulo.
No editorial "Indignar-se é preciso", o Correio da Manhã pede a classificação de crime hediondo para quem frauda compras na área de saúde, em qualquer tempo.
Tem ainda o pedido de  demissão de Decotelli, depois de 5 dias de indicado para o Ministério da Educação.
Outro tema importante do dia: ‘Escritório do Crime’ é alvo do MP. São muitas informações, a exemplo da possibilidade de o Rio tirar a Fórmula 1 de SP, a liberação de entrada na UE para 15 países - Brasil fica fora da relação, como os Estados Unidos.
Leia também sobre dramas do isolamento sob a ótica do budismo e a despedida de Renato Aragão do elenco da Globo.
Boa quarta-feira. Cuide-se bem. Use máscara.
Boa leitura!