Edição 23.542

Edição 23.542

Abra o link para ler o pdf completo     

CARTA DO EDITOR

Esta edição revela mais um escândalo no Rio, a prisão do ex-secretário da Saúde, tenente-coronel da PM, Edmar Santos, denunciado pelo desvio de dinheiro, que mata milhares de pessoas dependentes de atendimento de saúde no Estado. A coluna de Cláudio Magnavita revela que delator estava  onde estava a propina: Edmar só tinha R$ 5 mil em casa, os milhões foram indicados por um delator. Não à toa, o editorial do Correio da Manhã tem o título "Corrupção materializada".
Outro assunto é a morte, em acidente de carro, do ex-deputado federal Alfredo Sirkiz. E a informação, em tempo de grave crise, que R$ 600 tiram famílias da extrema pobreza.Tem também o governador de São Paulo, João Doria, dizendo que a Fórmula 1, no Rio, ‘não faz sentido’, citando a situação econômica do Estado. Sobre a Covid-19, sabe-se que a pandemia agravou fome no mundo e pode matar mais que a doença. E o presidente Jair Bolsonaro, para quem o remédio fez bem, segundo ele, fala que toma a Hidroxicloroquina quem quer. Tem matéria especial, revelando que tecnologia de ponta devolve autonomia a pacientes incapacitados por doenças do cérebro. Outro tema, racismo e trabalho, é tratado em artigo da juíza Soraya Lambert. No mundo, a ONU faz apelo por energia renovável. Paralelamente, em entretenimento e cultura, o Circo Voador exibe shows antológicos de Elza Soares e o Municipal tem roteiro festivo nos seus 111 anos.
Tenha cuidado com a pandemia de coronavírus. Use máscara, por você e pelos seus relacionamentos.
Bom fim de semana!
Boa leitura!