Edição 23.552

Edição 23.552

Abra o link para ler o pdf completo     

CARTA DO EDITOR

Esta edição de fim de semana do Correio da Manhã publica, em manchete, que o nível de ocupados no mercado de trabalho caiu para 48% em julho.
No editorial, mostramos o drama de micro e pequenas empresas que dependem de crédito para seguirem produzindo e contribuindo com  a economia brasileira.
A coluna de Cláudio Magnavita revela que um grupo palaciano tenta convencer Cleiton Rodrigues a retornar ao governo do Rio. A pressão está grande, escreve.
Na saúde, o isolamento social em maio, em razão da pandemia de covid, pode ter poupado 118 mil vidas no Brasil, segundo a coluna Outras Páginas. O que se sabe também é que ajudas sociais mantêm consumo das famílias brasileiras.
Temos, ainda, entre outras notícias, uma entrevista especial sobre a luta diária de uma médica para cuidar do problema que mais mata no país: doenças do coração. Mais: Facebook e Twitter retiram contas bolsonaristas de suas redes sociais, removendo perfis de destaque.
Leia também sobre o turismo na pandemia; quarentena reduz terremotos pelo mundo; professores que aderem ao perfil de empreendedor; produtora que avalia futuro do cinema brasileiro; Zezé Polessa e as mazelas do casamento, em comédia; e Laurindo de Almeida, um gênio que o Brasil ignora.
Gastronomia também tem espaço, com um roteiro do melhor hamburger prensado.
O Brasil registrou até esta sexta-feira 2.343.366 casos de coronavírus, confirmados; 85.238 mortos; e 1.592.281 recuperados, segundo o Ministério da Saúde. A doença é muito preocupante em todo mundo. Previna-se. Use máscara. Adote o isolamento social.
Bom fim de semana!
Boa leitura!