Edição 23.565

Edição 23.565

Abra o link para ler o pdf completo       

CARTA AO LEITOR

A edição de hoje traz uma entrevista exclusiva com o deputado federal Pedro Paulo (Democratas-RJ), para quem o Rio está à beira de um tsunami e o Estado está totalmente insolvente, afirma para Cláudio Magnavita. O jornalista também publica nesta edição reportagem sobre a corajosa juíza que manteve o pedágio de R$ 7,50 da Linha Amarela. A rapidez usada pela juíza Regina Lúcia Chuquer para impedir a posse de Edmar Santos não é a mesma no caso da Lamsa. No caso do pedágio da Lamsa, o prejuízo diário para a população é de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais). Cláudio Magnavita escreve, na sua coluna,  que o secretário da Fazenda Guilherme Mercês tem demonstrado um jogo de cintura raro. Visitou literalmente todos os chefes de poderes.
O jornal destaca também a economia brasileira.  A indústria começa a driblar pessimismo. Em agosto, confiança dos industriais voltou de forma disseminada, revertendo o pessimismo iniciado em abril, segundo levantamento da CNI.
A coluna Outras Páginas mostra o resultado da praga da desinformação sobre a pandemia do novo coronavírus no Brasil, um perigo para a sociedade.
O Correio Paulista anota que o Comitê Emergencial de Crise na Educação, vinculado à Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Câmara Municipal de São Paulo debateu, com representantes de sindicatos e associações de profissionais da educação, as medidas que a prefeitura tem adotado para garantir o retorno seguro às aulas.
O coronavírus segue fazendo vítimas.  João Doria, governador de São Paulo, tem a doença. Avó de Michelle Bolsonaro morre de covid-19. Lentidão na Anvisa deixa crianças em risco. Projeto ajuda  crianças na Maré. Fluminenses pagarão menos em passeios. 
No entretenimento, Adriana Calcanhotto, enfim só. No palco. Além disso,  legenda mal traduzida irrita clientes de drive-in e longa premiado estreia na TV fechada. No exterior, UE estuda ações em Belarus e  no Líbano.
O Brasil registra até esta terça-feira, 12 de agosto,  3,1 milhões de casos de coronavírus,104,2 mil mortos e 2,3 milhões de recuperados. Cuide-se. Use máscara. Mantenha distanciamento social.
Boa quarta-feira.
Boa leitura.