Pedágio caro, buracos, briga na Justiça e omissão com o impasse da Concer

Pedágio caro, buracos, briga na Justiça e omissão com o impasse da Concer

Por Claúdio Magnavita*

Uma das mais importantes ligações do Rio com Minas, a BR 040 continua sendo uma péssima referência dos abusos de um concessionário publico em um trecho nobres, a subida da serra para Petrópolis.

A construção da nova pista na Região Serrana do Rio teve inicio em 2013 e está parada desde julho de 2016, com quase 50% concluída. Na época, a concessionária Concer afirmou que dependia de aportes do Governo Federal para a sua conclusão e que não tinha condições de dar continuidade às obras da pista de subida.

No ano seguinte, em 2017, o Tribunal de Contas da União constatou o super faturamento da obra e sobrepreço no orçamento. Afirmou também que o projeto básico e executivo estão defasados e deficientes. Em 2018, a Agencia Nacional de Transportes Terrestres abriu processo para cassar a concessão da Concer, iniciando uma briga jurídica.

A morosidade da nova licitação e da busca de uma solução prejudicam a economia fluminense. Um pedágio continua sendo cobrado, penalizando duplamente o usuário. Assustadora é a omissão da classe política e das autoridades que não lutam pela agilização de uma solução mais rápida.

*Cláudio Magnavita é diretor de redação do Correio da Manhã