Paulo Wanderley vence eleição do Comitê Olímpico do Brasil

Por Marcelo Perillier

Foi apertado, mas Paulo Wanderley conseguiu um novo mandado à frente do Comitê Olímpico do Brasil (COB). O atual mandatário da entidade foi reeleito por 26 votos, contra 20 de Rafael Westrupp e dois de Hélio Meirelles, em eleição realizada ontem (7) no salão de eventos do hotel Grand Hyatt, na Barra.

Uma abstenção foi computada, pois a Confederação Brasileira de Handebol não enviou representante. A eleição marcou, pela primeira vez, a computação de 12 votos de atletas, algo inédito na Assembleia.

Em seu discurso pós-escrutínio, Wanderley agradeceu o movimento olímpico por acreditar e dar continuidade ao trabalho já estabelecido em 2017: “Queria agradecer aos membros desta família COB, aos candidatos, aos atletas e a todos do movimento olímpico. Hoje, vivemos a democracia pelo COB, com três chapas e a participação dos atletas. Isso foi possível com a reforma estatutária, para a construção de um COB unido, forte e vencedor”.

Segundo colocado, Rafael Westrupp exaltou que conseguiu um número expressivo de votos, aproximando-se muito do necessário para atingir o êxito no pleito. Ele espera que Paulo Wanderley e Marco La Porta cumpram o prometido, de ampliar o diálogo no esporte olímpico brasileiro: “Acredito que os 20 votos da nossa chapa e os dois votos da chapa do Meirelles foram um aviso que a comunidade esportiva brasileira quer mudanças, reoxigenação e transformação no Comitê Olímpico do Brasil. E isso, creio eu, será um estímulo para a atual gestão, pois muitas promessas foram feitas e muitas propostas apresentadas. A principal delas, que é a humildade, a mudança de atitude, vai abrir caminho para outras, para que tenhamos um esporte olímpico brasileiro ainda melhor”, disse.

Agora, Rafael vai continuar a fomentar o tênis nacional e torcer para o sucesso de Paulo Wanderley nos próximos anos: “O trabalho continua na Confederação Brasileira de Tênis e torcendo para que a gestão atual continue dialogando e ampliando os princípios exaltados nesse processo eleitoral. Espero que eles sejam cumpridos, pois o esporte terá um grande avanço e a nutrimos esperança de haver muitas melhorias”.

Diretor de Esporte do COB, Jorge Bichara fez um balanço do processo, dizendo que a participação dos atletas foi um desejo da própria comunidade esportiva – tanto que, na próxima, o número de votantes aumentará de 12 para 19 – e que, futuramente, espera a participação de outras comunidades esportivas, como a de treinadores.