‘Sou contra privatização’

Por Guilherme Cosenza

Uma das questões fortemente discutidas para resolver o problema da Cedae gira em torno da privatização da empresa, que ajudaria a pagar dívidas do estado. O governador Wilson Witzel, por exemplo, é conhecido defensor da venda da Cedae. Mas nem todo mundo pensa assim. Em entrevista à Rádio Tupi na quarta-feira (12), o ex-presidente da Cedae Wagner Victer falou sobre o caso:

- Ter a obrigação de privatizar uma empresa para que ela melhore, isso é uma falácia. Isso é uma coisa para refletir quando alguém fala algo que é um absurdo. Na realidade o que define se a empresa é boa ou ruim é a gestão. A sua capacidade de gestão.

Victer fez questão de lembrar, durante a entrevista, o seu trabalho como presidente à frente da Cedae, e salientou o saldo positivo que deixou para a empresa:

- Eu posso falar no período da minha gestão.Deixei a Cedae com (rating) duplo A, da Standard & Poor’s. A Cedae tinha o balanço aprovado sem ressalvas. A Cedae ganhou todos os prêmios e acabou de ganhar dois prêmios sequências da “Exame” como a “Melhor empresa com infraestrutura do Brasil”. Então o fato é: quando você coloca um gestor que comete erros operacionais, você não pode usar isso como argumento para efetivamente vir a privatizar. Um exemplo é a Vale, que teve um acidente e já não é mais estatal. O que define uma boa administração é colocar pessoas competentes, com determinação e trabalho. Eu sou contra a privatização.

Brasil

Mais Artigos

Magnavita

Mais Artigos

O governador afastado Wilson Witzel foi aconselhado a medir bem as palavras no discurso que fará na Assembleia Legislativa. Se atirar contra a justiça e, de forma especial, nos ministros do STJ,...

O governador em exercício, Cláudio Castro, cumpre agenda no próximo dia 23 em Brasília. Vai ficar bem longe do prédio da Alerj, que deverá tremer com o discurso com governador afastado Wilson...

Rio de Janeiro

Mais Artigos

Economia

Mais Artigos

Cultura

Mais Artigos

Saúde

Mais Artigos

Correio Expresso

Mais Artigos