Lucas Tristão tem muito a explicar

Por Marcio Corrêa

O deputado estadual Dr. Serginho, líder da bancada do PSL na Alerj, vai solicitar à Secretaria de Desenvolvimento Econômico informações sobre o fato de o titular da pasta, Lucas Tristão, manter-se como administrador de um escritório de advocacia ao mesmo tempo em que cumpre suas funções no governo do estado. Essa dupla função, denunciada na edição da semana passada pelo CORREIO DA MANHÃ, é proibida por lei. Além disso, Tristão tem como sócio, no mesmo escritório, um conselheiro do Carf, órgão vinculado ao Ministério da Economia - o que seria uma atitude pouco ética.

Na quinta-feira (13), Dr. Serginho enviou ofício solicitando informações a respeito do caso.

Também na quinta-feira, a comissão de Tributação da Alerj decidiu pedir ao Ministério Público Estadual que investigue se existe algum tipo de escuta ou grampos ilegais, por parte do governo do estado, de conversas dos deputados.

Dr. Serginho afirma que ainda não há data certa para o depoimento de Lucas Tristão à Alerj, mas sua convocação já foi aprovada pelos parlamentares.

Na última terça-feira (11), o deputado André Ceciliano (PT), presidente da Alerj, afirmou que Tristão teria garantido a ele que possuía dossiês que poderiam comprometer alguns deputados da Casa.

Dr. Serginho chegou a afirmar, na mesma sessão de terça-feira, que poderá haver impeachment do governador Witzel caso o esquema de arapongagem seja confirmado.

Brasil

Mais Artigos

Magnavita

Mais Artigos

O governador afastado Wilson Witzel foi aconselhado a medir bem as palavras no discurso que fará na Assembleia Legislativa. Se atirar contra a justiça e, de forma especial, nos ministros do STJ,...

O governador em exercício, Cláudio Castro, cumpre agenda no próximo dia 23 em Brasília. Vai ficar bem longe do prédio da Alerj, que deverá tremer com o discurso com governador afastado Wilson...

Rio de Janeiro

Mais Artigos

Economia

Mais Artigos

Cultura

Mais Artigos

Saúde

Mais Artigos

Correio Expresso

Mais Artigos