Pin It

Por Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Técnicos da Eletronuclear ainda estão avaliando as causas do desligamento automático da Usina Nuclear Angra 1 no último sábado (15). O desligamento ocorreu às 18h34, horas depois de a usina ter sido reconectada ao Sistema Interligado Nacional (SIN), o que ocorreu na sexta-feira (14), às 10h02.

A assessoria de imprensa da Eletronuclear informou hoje (18) que houve um problema no conjunto do gerador elétrico principal, parte não nuclear da usina. “Os sistemas da usina operaram conforme o esperado, não comprometendo a segurança da unidade. No momento, os profissionais da Eletronuclear estão trabalhando para identificar a causa do problema, de modo que Angra 1 possa voltar à operação o mais rápido possível”, disse a empresa.

Ainda não há, entretanto, previsão de retorno de Angra 1 ao SIN.

A usina foi reconectada ao sistema no dia 14, três dias antes do acordado com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), e estava em processo de elevação de potência, com expectativa de atingir 100% ontem (17).