Defesa Civil vai às praias do Rio para pedir que banhistas se retirem

Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Depois do anúncio de antecipação das férias escolares pelo governo do estado e pela prefeitura do Rio de Janeiro, como medida para conter a transmissão do coronavírus, o fim de semana ensolarado levou muitos banhistas às praias da cidade, contrariando recomendação da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde de evitar aglomerações.

Na manhã de hoje (16), quem foi à praia foi surpreendido por carros do Corpo de Bombeiros com alto-falantes pedindo que a população permaneça em casa e faça a sua parte para conter o avanço da doença. O estado do Rio de Janeiro tem 25 casos confirmados, um em estado grave.

Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Civil, as viaturas do Corpo de Bombeiros estão rondando a orla das praias e as ruas orientando as pessoas para que evitem aglomerações”. Em nota, a corporação informa que as praias da capital, região metropolitana e de Cabo Frio já receberam os alertas, que serão estendidos também a outros municípios fluminenses.

Em um vídeo feito na Praia Vermelha, na zona sul do Rio de Janeiro, com o Pão de Açúcar ao fundo, é possível ouvir o áudio de um alto falante que diz: “Bom dia. A Defesa Civil estadual pede à população que evite aglomeração nas praias. Por favor, para a sua segurança, dos seus vizinhos, amigos e familiares, volte para casa. O momento é de conscientização. Faça a sua parte e ajude a prevenir e controlar o coronavírus. Você sempre conta com o Corpo de Bombeiros. Podemos contar com você? Obrigado.”

Também há vídeos circulando pelas redes sociais na praia de Botafogo, que não é própria para banho, mas é muito utilizada para a prática de esportes na faixa de areia, e na Barra da Tijuca. O mesmo recado é lido, após o acionamento de uma sirene para chamar a atenção das pessoas.

Mensagem


O governador, Wilson Witzel, reforçou a mensagem em sua conta no twitter: “Nossa prioridade é conter ao máximo a proliferação do vírus e reduzir os danos à população. Mas ações duras só terão efeito se as pessoas entenderem a real dimensão do problema. O cenário do último fim de semana, com praias e lugares públicos lotados, não deve se repetir.”

Witzel também informou que irá anunciar na tarde de hoje outras “medidas restritivas para os servidores e também para a população”.

Brasil

Mais Artigos

Magnavita

Mais Artigos

Continua a pesquisa para descobrir quem no Palácio Guanabara tirou brevê de piloto kamikaze. A falta de bom senso de deixar WW ir ao depoimento na PF de helicóptero supera até Sérgio Cabral.

Rio de Janeiro

Mais Artigos

Economia

Mais Artigos

Cultura

Mais Artigos

Saúde

Mais Artigos

Correio Expresso

Mais Artigos