Pin It

A Prefeitura do Rio de Janeiro inaugurou na última terça-feira (10) a iluminação de Natal de pontos turísticos, espaços públicos e edifícios históricos da cidade. O “Rio 2020, Natal de Luz” é uma prévia do calendário oficial do próximo ano, quando a cidade será a primeira capital mundial da arquitetura e sede do 27° Congresso Mundial de Arquitetos. O acendimento simultâneo ocorreu às 18h30 e se repetirá todas as noites até o Dia de Reis, em 6 de janeiro.

– Que possamos, ao olhar estes monumentos iluminados, lembrar o verdadeiro sentido do Natal e renascermos para um 2020 completamente abençoado, renovado e próspero – disse a primeira-dama do Rio, Sylvia Jane Crivella, durante a cerimônia de lançamento da iluminação especial, no Palácio da Cidade.

Os locais que receberam iluminação de Natal são: Cristo Redentor, Pão de Açúcar, murada do Forte de Copacabana, Monumento Estácio de Sá, passarelas do Aterro do Flamengo, Arcos da Lapa, Câmara Municipal, Igreja da Penha, Cidade das Artes, Museu de Arte Moderna, Palacete da Princesa Isabel, Palácio da Cidade e o Centro Administrativo São Sebastião, sede da Prefeitura. O Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio (MAR) também deverão receber a iluminação especial. A cor escolhida é o amarelo, que simboliza o sol, o verão, a prosperidade e a felicidade.

— Essa titulação é motivo de orgulho para todos os brasileiros. Uma oportunidade de discutir o futuro e também de mostrar nossas belezas para o mundo — observa o secretário municipal de Turismo, Paulo Jobim.

A iluminação especial de Natal foi feita sem gastos para a Prefeitura, uma vez que contou com equipamentos já existentes. Além disso, outros espaços como o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor aderiram ao programa sem custos extras. Existe a possibilidade de que eventuais novos parceiros se unam ao “Natal de Luz” nos próximos dias.