Pin It

por Guilherme Cosenza

A Cedae anunciou que irá aplicar argila ionicamente modificada em uma lagoa próxima a Estação de Tratamento de Água de Guandu. A ideia é impedir a proliferação excessiva de algas, assim tirando todo o efeito do fósforo. 

Contudo para a aplicação serão feitos três testes aplicado por meio de uma embarcação equipada para o produto se espalhar por igual na água. A ideia da Companhia é atuar antes da captação da água, antes mesmo de entrar em contato com o carvão ativado. A Companhia ainda afirmou que a argila já é um tratamento usado no Rio Grande do Sul e na Bahia.

No Rio, o produto foi licenciado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) no último dia 23 a pedido da própria Cedae.