Em cerimônia realizada no Palácio das Artes, em Belo Horizonte (MG), a segunda edição do Prêmio Nacional do Turismo consagrou 19 iniciativas ou profissionais que contribuíram para o desenvolvimento do setor turístico no país. A seleção dos premiados contou com a participação expressiva da população, que atingiu recorde de votação neste ano, com quase 60 mil contribuições, e com a intensa análise da comissão julgadora do Prêmio.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destacou em seu discurso os avanços que o setor conquistou este ano.

- O turismo tem uma participação de protagonista no papel de desenvolvimento ou de recolocar o nosso Brasil nos trilhos. É com muita satisfação que nós podemos dizer neste evento que encerramos o ano de 2019 com resultados extremamente positivos. Sabemos que ainda há muito o que se fazer. O trabalho continua árduo, diário, avançando cada dia mais para que o turismo possa ser melhor estruturado em todo o Brasil - celebrou.

Em sua segunda edição, o prêmio tem o objetivo de jogar luz sobre as iniciativas e profissionais que tanto fizeram pelo turismo nacional, para multiplicar esses exemplos país afora.
Durante a primeira parte da premiação, foram destacadas 33 iniciativas em 11 categorias diferentes, criadas para retratar a diversidade do setor. Ao todo, 418 candidaturas, de entes públicos, privados e do terceiro setor vindas de todas as partes do Brasil.

Na edição deste ano, o prêmio inovou com o reconhecimento dos responsáveis por inovações ou atuações no desenvolvimento do ramo. Foram premiados profissionais da Academia, Governo (Dirigentes e Técnicos), Empreendedores de Médio e Grande Porte, Micro e Pequenos Empreendedores, Organizações Não Governamentais, Mídias Sociais e Imprensa. Foram 200 profissionais inscritos, por eles mesmos ou indicados por terceiros, em oito categorias.

Os vencedores das “Iniciativas de Destaque” foram selecionados após avaliação meritória e eliminatória da comissão julgadora a partir da classificação de três finalistas por categoria da premiação. As iniciativas que avançaram cumpriram critérios como terem sido criadas especificamente para o setor turístico e implementadas há menos de 24 meses. A análise considerou ainda a apresentação de resultados obtidos pela mensuração de impactos diretos ou indiretos. Já os “Profissionais de Destaque no Turismo” foram escolhidos pelos quase 60 mil votantes, recorde de público, por meio de votação online.

Já ao final do evento, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, recebeu da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) o reconhecimento pelo trabalho prestado ao turismo brasileiro. Em sua fala, ele agradeceu a condecoração e afirmou que continuará trabalhando para a diminuição do custo Brasil.

SOBRE O PRÊMIO
O segundo Prêmio Nacional do Turismo, iniciativa do Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional do Turismo (CNT), tem por objetivo identificar, reconhecer, premiar e disseminar iniciativas, práticas inovadoras e casos de sucesso relacionados aos setores, público e privado, e ao terceiro setor do turismo brasileiro. A premiação tem caráter simbólico, sem valor financeiro, e é concedida na forma de troféus para os primeiros colocados de cada modalidade, e certificados aos finalistas.