Pin It

Por Folhapress

Voos de diversas companhias aéreas para Teerã e Bagdá foram cancelados nesta quarta quarta-feira (8), após a queda de um Boeing da Ukraine Internacional Airlines que seguia para Kiev.

O acidente aconteceu no início da manhã desta quarta, no horário local (23h42 de terça em Brasília), cinco horas após o Irã disparar mísseis contra bases americanas no Iraque, em resposta a um ataque dos EUA que matou o general iraniano Qassim Suleimani. No avião, havia 176 pessoas a bordo, e todas morrerem.

Os cancelamentos ocorreram porque as companhias estão evitando o espaço aéreo do Irã e do Iraque, principalmente. Entre as companhias que anunciaram interrupções estão a alemã Lufthansa, a Emirates Airline e a Flydubay, ambas dos Emirados Árabes Unidos.

A companhia aérea francesa KLM Air France também suspendeu voos sobre o espaço aéreo iraquiano e iraniano. Ainda houve anúncio de cancelamentos da Norwegian Air Shuttle -a companhia informou que está buscando rotas alternativas entre a Escandinávia e Dubai.

Também está havendo redirecionamentos de voos da Vietnam Airlines, e a China Airlines informou que não sobrevoará nenhum dos dois países temporariamente.
Autoridades da Rússia também disseram a suas transportadoras aéreas para evitar voos no espaço aéreo do Iraque, Irã, Golfo e Golfo de Omã.

A entidade americana Federal Aviation Administration também proibiu operações de aeronaves de empresas americanas, aeronaves registradas nos EUA ou aviadores licenciados norte americanos de sobrevoarem o Irã, Iraque, Golfo Pérsico e Golfo de Omã.